Telemedicina

e-Health Rio

Rede de Pesquisa e Inovação em Saúde Digital Aplicada a Doenças Crônicas Não Transmissíveis


RESUMO

O projeto e-Health Rio visa a construção de uma rede para o desenvolvimento de atividades de pesquisa e inovação relacionadas à aplicação de Tecnologias da Informação e Comunicação à saúde digital, mais especificamente a Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs). As atividades do projeto estão estruturadas em cinco grandes temas, que são: doenças neurodegenerativas, câncer de mama e tireóide, doenças psiquiátricas, monitoramento remoto de pacientes cardíacos e telessaúde. O projeto é uma parceria entre a UFF, UFRJ, UERJ e LNCC.

OBJETIVOS

Os principais objetivos do projeto são: proposta de sistemas de apoio à decisão clínica; proposta de exercícios cognitivos multimídia com efeitos sensoriais para auxílio a terapias; proposta de novas técnicas de modelagem numérica por elementos finitos, processamento e análise de imagens termográficas para detecção de tumores da mama e da tireóide; desenvolvimento e aplicação de técnicas de reconhecimento de padrão, subárea da inteligência artificial, para identificar os padrões cerebrais que melhor discriminam estados emocionais e predizem sintomas psiquiátricos; proposta de novos protocolos de comunicação para redes corporais sem fio para monitoramento eficiente de pacientes cardíacos; desenvolvimento de sistemas de suporte à teleinterconsulta; desenvolvimento técnicas para construção de um sistema de prontuários baseado em blockchain para uso distribuído, seguindo padrões internacionais de armazenamento de dados e garantindo a privacidade, o controle de acesso e o anonimato dos dados para uso em pesquisa.

Período: 2020 - Atual;
Situação: Em Andamento;
Natureza: Pesquisa. 

EQUIPE

Integrantes: Debora Christina Muchaluat Saade - Coordenador / Celio Vinicius Neves de Albuquerque - Integrante / Flávio Luiz Seixas - Integrante / Artur Ziviani - Integrante / Aura Conci - Integrante / Alexandre Sztajnberg - Integrante / Natália Castro Fernandes - Integrante / leticia de oliveira - Integrante / BOECHAT, YOLANDA - Integrante / rosimere f. santana - Integrante / MATTOS, DIOGO M. F. - Integrante / Eliane Volchan - Integrante / mirtes garcia pereira - Integrante.

FINANCIADOR(ES)

 faperj

PESQUISAS EM SISTEMAS DE MONITORAMENTO REMOTO DE SINAIS FISIOLÓGICOS E VARIÁVEIS AMBIENTAIS APLICADOS NA PLATAFORMA DE TELESSAÚDE DA UFF

O projeto telessaúde é uma proposta para melhorar o acesso aos serviços de saúde especializados.


RESUMO

Em regiões distantes dos grandes centros urbanos, pois disponibiliza um ambiente de telepresença com recursos holográficos. Neste ambiente, o médico especialista, do Centro de Saúde Holográfico (CSH), consegue interagir em tempo real com o paciente e o médico generalista do Consultório de Saúde Virtual (CSV), e prestar o atendimento médico como se o paciente estivesse na mesma sala.

 

OBJETIVOS

Como resultado, espera-se melhorar a qualidade do atendimento médico, a melhoria da disponibilidade da plataforma de telessaúde, e mais futuramente, a extensão dos dispositivos e do sistema de monitoramento para outros domínios relacionados.

Período: 2018 - 2019;
Situação: Em andamento;
Natureza: Pesquisa. 

 

EQUIPE

Integrantes: Natalia Castro Fernandes - Coordenador / Carlos Eduardo de Almeida Bonon - Integrante / DAVI CHALITA MENEGUELLI - Integrante.

 

FINANCIADOR(ES)

 cnpq

SIADE2 - Sistemas de Apoio ao Diagnóstico e Tratamento de Doenças do Envelhecimento

 Projeto SIADE - Pesquisas em Sistemas de Apoio à Decisão e ao Diagnóstico de Doenças Associadas ao Envelhecimento.


RESUMO

O envelhecimento populacional é um processo global observado primeiramente nos países desenvolvidos e que, durante as últimas décadas, tem ocorrido também nos países em desenvolvimento. O aumento das doenças neurodegenerativas, como as demências, está relacionado com tal envelhecimento. A Doença de Alzheimer é considerada uma forma de demência mais séria. O avanço na proporção de número de casos de pacientes com Doença de Alzheimer é motivo de preocupação para os governos e instituições públicas, o que torna evidente a relevância de pesquisas que ajudem no diagnóstico desta doença em um estágio pré-clínico, onde as principais funções cognitivas do paciente ainda estão preservadas, melhorando a eficiência do tratamento e estendendo a qualidade de vida do paciente. O Projeto SIADE - Pesquisas em Sistemas de Apoio à Decisão e ao Diagnóstico de Doenças Associadas ao Envelhecimento (http://siade.midiacom.uff.br), apoiado pela FAPERJ de 2013 a maio de 2016, iniciou pesquisas em sistemas de apoio a decisão para demência, doença de Alzheimer e transtorno cognitivo leve. O presente projeto SIADE2 é uma proposta de continuação dessas pesquisas, visando refinar o sistema proposto e estendê-lo para outras doenças. Outro foco deste projeto é em pesquisas sobre autoria de sistemas mulsemídia, com o objetivo de aplicá-los a exercícios cognitivos a idosos, visando a prevenção e o tratamento de doenças neurodegenerativas.

Período: 2016 - Atual;
Situação: Em andamento;
Natureza: Pesquisa.

OBJETIVOS

Os principais objetivos são o refinamento do sistema de apoio ao diagnóstico de doenças do envelhecimento, o desenvolvimento de um novo modelo conceitual mulsemídia que contemple múltiplos efeitos sensoriais, novos exercícios cognitivos para idosos, orientação de alunos de pós-graduação e graduação na UFF, CEFET/RJ e IPRJ/UERJ, e publicação de artigos em periódicos e conferências científicas.

EQUIPE

Integrantes: Debora Christina Muchaluat Saade - Coordenador

Flávio Luiz Seixas - Integrante / Aura Conci - Integrante / Lincoln F. SILVA - Integrante / DOS SANTOS, JOEL A. F. - Integrante / Anderson Amendoeira Namen - Integrante / Sílvia Mara da Costa Campos Victer - Integrante.

FINANCIADOR(ES)

faperj

INCT-MACC Parte 2

 Este ambiente computacional oferecerá à comunidade médica e pesquisadores em geral serviços de modelagem, simulação e processamento avançado de imagens.


RESUMO

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Medicina assistida por Computação Científica (INCT-MACC) Parte 2 é um projeto coordenado pela USP cuja proposta é implementar, num período de 5 anos (2016-2021), um ambiente computacional baseado em tecnologias de Grid e computação distribuída de alto desempenho para Medicina Assistida por Computação.

Período: 2016 - Atual;
Situação: Em andamento;
Natureza: Pesquisa.

OBJETIVOS

Este ambiente computacional oferecerá à comunidade médica e pesquisadores em geral serviços de modelagem, simulação e processamento avançado de imagens. As técnicas de visualização desenvolvidas permitirão não apenas o apoio ao diagnóstico médico como também a formação de recursos humanos. O Laboratório MídiaCom colabora com pesquisas em processamento de imagens médicas para aplicações de diagnóstico e pesquisas em infraestrutura de redes sem fio para sistemas médicos.

Informações detalhadas em https://macc.lncc.br/MACC2/index.html

EQUIPE

Integrantes: José Eduardo Krieger - Coordenador

Debora Christina Muchaluat Saade - Integrante / Flávio Luiz Seixas - Integrante / Aura Conci - Integrante / Jerson Laks - Integrante / Yolanda Boechat - Integrante.

FINANCIADOR(ES)

cnpq

Telemedicina